Sessão do Mês

Home/Sessão do Mês

Manejo da Diarreia

Introdução ao Caso

Lactente, sexo feminino, oito meses de idade, previamente saudável, apresentando febre, vômitos há três dias, além de fezes semipastosas, com muco e sangue vivo, em torno de sete evacuações ao dia, acompanhadas de tenesmo. Ao exame:  peso: 8 kg, levemente enoftálmica, com sede, diurese escassa e perfusão das extremidades de quatro segundos.

Responda as questões 01, 02 e 03 baseadas nesse caso clínico:

1) Qual o agente provável responsável pela diarreia?

Giardia

Rotavírus

Shiguela

Shistosoma mansoni

2) Qual a conduta inicial em relação à hidratação?

Solução endovenosa: SGI 5%: SF 0,9% (1:1). 50 mL/kg/1 hora

Solução endovenosa: SF 0,9 %; - 20 mL/kg/livre

Solução de reidratação oral por sonda nasogástrica

Terapia de reidratação oral

3) Qual entre as medidas não é indicada para o tratamento desse paciente?

Em caso de vômitos persistentes está indicado o uso de ondasentrona

Está indicado uso de antimicrobiano

Manter uso de leite materno em todas as fases do tratamento da reidratação

Utilizar fórmula láctea com redução do teor de lactose na fase inicial da doença

Uma ou mais questões não foram respondidas. Para dar continuidade responda todas as questões.

Discussão do Caso

1. Discussão da pergunta 1: Trata-se de lactente, com diagnóstico de diarreia aguda com sangue, várias evacuações ao dia acompanhadas de tenesmo, o que indica a possibilidade de infecção bacteriana por mecanismo invasivo, sendo a Shigella mais comum. A giárdia e o rotavírus não invadem profundamente a mucosa, não provocando sangue nas fezes. A esquistossomose aguda poderia levar à diarreia com sangue, porém, na faixa etária do lactente, é menos provável.

2. Discussão da pergunta 2: Estamos diante de uma criança com leve enoftalmia, diurese presente, porém diminuída, com sede e perfusão de extremidades de quatro segundos, o que caracteriza algum grau de desidratação (leve ou moderada), sendo indicada a hidratação pela terapia de reidratação oral (TRO).

3. Discussão da pergunta 3: Diante de lactente com diarreia aguda, a alimentação após a sua reidratação é a habitual, não estando indicada, inicialmente, diluição de fórmulas lácteas.

Caso Clínico – Manejo da Diarreia