Sessão do Mês

Home/Sessão do Mês

Crianças e Adolescentes e as Novas Mídias

Introdução ao Caso

Jovem, masculino, 14 anos e seis meses, comparece à consulta acompanhado dos pais, que haviam solicitado o atendimento de urgência devido alteração de comportamento recente apresentada pelo adolescente. Durante a consulta, este se encontrava bastante agitado, com queixas de ansiedade, insônia, tristeza e dificuldades para frequentar a escola. Os pais descreveram um episódio recente de raiva e agressividade, causado pelo fato de o paciente não conseguir usar o celular, pois o mesmo estava com defeito. As queixas, além das relatadas, incluíam: compulsão alimentar, falta de ânimo para as atividades de rotina, impaciência, intolerância e dificuldades escolares, que haviam piorado nos últimos meses. O paciente sempre apresentou rendimento escolar regular, cumprindo seus deveres, praticando futebol e bom relacionamento com os pais e amigos.

Ao exame físico: paciente inquieto, às vezes sonolento, demonstrando desinteresse durante a anamnese, questionando ou contradizendo as informações dos pais.  Peso: 75 kg, estatura: 1,85 m, IMC: 28, Tanner: G2-3P2. PA: 140/90 mm/Hg, restante do exame sem anormalidades.

1) Com base na história e no exame clínico do paciente, qual o diagnóstico mais provável?

Transtorno de déficit de atenção e hiperatividade mais transtorno desafiador de oposição.

Transtorno obsessivo-compulsivo.

Distúrbio de comportamento com componente agressivo.

Dependência de internet e suas consequências.

2) Quais aspectos deveriam ser destacados para a conclusão do diagnóstico e o estabelecimento da conduta?

Horário e hábito de sono.

Outros sintomas compulsivos.

Uso esporádico de drogas lícitas e/ou ilícitas.

Frequência do uso de celular, computador e tempo de internet.

Todas as opções estão corretas.

Uma ou mais questões não foram respondidas. Para dar continuidade responda todas as questões.